BEM VINDOS À CAETANOS

CAETANOS  DE CIMA:

Uma terra cheia de encantos…

 

Localizada no distrito de Sabiaguaba, Caetanos de Cima é uma das comunidades que dar nome à uma das três praias na faixa litorânea do município de Amontada. Formada por pescadores e pescadoras artesanais, agricultores e agricultoras tradicionais campesinos descendentes de indígenas e de populações sertanejas, a origem da comunidade está nos movimentos migratórios em direção ao mar. Atualmente, cerca de 300 pessoas vivem em Caetanos de Cima com seus sistemas produtivos que integram, além da pesca artesanal e da agricultura camponesa, o turismo comunitário e as manifestações culturais, como a dança do coco, a capoeira, a quadrilha, os dramas, as cantorias e outras.

Quintais produtivos

Os quintais são espaços que, além de produzir alimentos, reproduzem cultura e resistência. É no quintal produtivo que podemos encontrar outras formas de fazer a agricultura camponesa, numa relação integrada à natureza que afirma o modo de vida do território e sua produção tradicional. O cultivo no quintal de casa é antigo. Essa área, geralmente comandada pelas mulheres, é da onde vem as frutas, verduras e hortaliças que vão para mesa das famílias todos os dias. Além disso, é o cultivo no terreiro de casa que vai criar muitos dos ingredientes utilizados nos pratos típicos da comunidade, como o grolado.

PSX_20171202_190556-01

Restaurante das Mulheres

No início dos anos 2000, 21 mulheres se juntaram para organizar a resistência contra um empresário de Fortaleza que se dizia dono da faixa de praia da comunidade. De forma a ocupar, literalmente, esse espaço e sem recurso financeiro algum, ergueram uns paus e deram início à Barraca das Mulheres que hoje tem estrutura de alvenaria e foi rebatizada Restaurante das Mulheres. Na cozinha, elas oferecem um cardápio com o melhor da culinária típica da terra, preparada com produtos agroecológicos colhidos diretamente dos quintais produtivos que se juntam a peixes e frutos do mar fresquinhos oriundos da pesca artesanal.

PSX_20171204_190306-01

Pesca artesanal

Todos os dias, as jangadas e canoas saem para o mar; os homens vão trabalhar; buscar o peixe que vai virar alimento em casa ou ser vendido para outras pessoas da comunidade. A pesca artesanal em Caetanos de Cima, como nas demais localidades da Zona Costeira, é uma das principais atividades econômicas e de garantia da soberania alimentar e nutricional da comunidade. Além disso, o mesmo mar dos peixes é também o mar da beleza, do lazer, da poesia, é o mar que zinga a vida dessa comunidade.

WhatsApp Image 2017-12-04 at 20.27.22

Dança do Coco de Praia

A Dança do Coco de Praia é um ritual muito antigo. Contam os mais velhos que ela foi criada por grupos de pessoas que iam esperar os pescadores chegarem do mar e, para passar o tempo, dançavam. Além dos passos propriamente ditos, o Coco tem musicalidade própria baseada em instrumentos de percussão e embalada ao ritmo de emboladas que contam causos e cotidianos vividos pelos povos desse lugar. Em Caetanos de Cima, crianças e jovens mantêm a tradição, e hoje, a Dança do Coco é umas das principais manifestações culturais da comunidade, com movimentos de corpo e ritmos específicos que caracterizam e conferem identidade ao Coco de Caetanos de Cima.

WhatsApp Image 2017-12-04 at 20.43.25

Casa de farinha comunitária

A casa de farinha era o sonho de uma década das famílias produtoras de mandioca que, em 2016, se tornou realidade através de projeto da Associação de Pequenos Agricultores e Pescadores do Imóvel Sabiaguaba (APAPAIS) apoiado pelo Fundo Socioambiental Casa e Fundo Socioambiental Caixa. Essa casa se propõe a farinhar de maneira justa e solidária, reduzindo custos e abrindo as portas para o fortalecimento da proposta de soberania alimentar que a comunidade já vem desenvolvendo por meio da agricultura e da pesca sustentável. A ideia da comunidade é que a estrutura da Casa seja um espaço que funciona também para encontro, formação, fortalecimento cultural e repasse geracional, uma vez que a própria farinhada é uma herança indígena que até hoje faz parte do cotidiano dos povos tradicionais da zona costeira e do semiárido. A casa produz farinha, goma, tapioca, beiju e outros alimentos que são consumidos pela comunidade e por visitantes do turismo comunitário.

7b3de9cd-dacc-4930-adda-33e61d0314b2
Arquivo: Instituto Terramar

Terreiro cultural

Ao som do coco, do berimbau e de músicas juninas, num terreiro demarcado a beira da praia e aquecido pela fogueira, crianças, jovens e adultos de Caetanos de Cima realizam, todos os anos nas vésperas do dia de São Pedro (28/06), o Terreiro Cultural. O evento acontece desde 2014, organizado pelo Grupo de Áudio Visual de Caetanos de Cima (GAVC²) é um momento em que as manifestações culturais da comunidade e de outras dos arredores se apresentam em público. “O Terreiro é importante demais. Por ser comunidade tradicional, a gente tem que manter nossa memória, nossa cultura viva”, explica Graciele Sousa, uma das jovens organizadoras do evento.

IMG_20171017_144122_011
Terreiro Cultural 2017. (Arquivos GAVC²)

Comidas da terra

Originadas nos tradicionais modos de vida das descendência negra, indígena e sertaneja, as comidas da terra são preparadas com produtos cultivados nos quintais e roçados, animais de pequeno porte ou pescados no mar que banha o território da comunidade. Assim, além da soberania alimentar, a comida também se constitui em manifestação e afirmação cultural necessárias aos modos de vida na comunidade.

WhatsApp Image 2017-12-04 at 20.54.00

Turismo comunitário

Atividade complementar aos demais sistemas produtivos, no fortalecimento do território e afirmação dos modos de vida, o turismo comunitário em Caetanos de Cima é mais uma das ocupações desenvolvidas pelas famílias. O destaque aqui fica para a confluência das outras atividades para o turismo, como as hospedagens domiciliares, que servem alimentos colhidos diretamente dos quintais produtivos e da pesca artesanal; os passeios e trilhas, que apontam a preservação dos ecossistemas e envolvem a juventude nos guiamentos; as manifestações culturais, especialmente em datas significativas para a comunidade; e o próprio Restaurante das Mulheres, onde os visitantes, ao mesmo tempo em que desfrutam da praia e das comidas típicas fortalecem a autonomia e organização do Grupo de Mulheres local.

Anúncios

33 comentários Adicione o seu

  1. Lidia Noeme Monteiro dos Santos disse:

    Boa noite! Gostaria de saber se Caetano de Cima tem área de Camping e caso não exista à alguma proibição? Agradeço atenciosamente a atenção dispensada. Lídia Monteiro

    1. caetanosdecima disse:

      Olá Lídia!
      Nos nossos serviços de Turismo Comunitário oferecemos sim área para Camping. A mais indicada é em frente a Casa de Farinha, onde você pode acampar no espaço amplo e utilizar o banheiro, além de vivenciar a rotina da mesma dependendo do período.

  2. Atacildo disse:

    Nao conheço essa belissima praia…sou de Icarai Amontada, mais moro a muito tempo em Fortaleza,,, via essas belezuras atraves da um programa da tv diario..e estou indo conhecer de perto agora em março/2016..ate breve..!!!

  3. apoaaba disse:

    eu vou ai quem sabe caetano de cima ganhara um morador

  4. Antonio José Coelho de Carvalho disse:

    Olá, boa tarde! Meu nome é Antonio José, resido em Fortaleza. Numa reportagem da tv verdes mares, descobri a comunidade Caetanos de cima. Gostaria de saber, como faço para agendar uma estadia na comunidade. Nos endereços dos sites que constam na página, não consegui acessar!

  5. Evandro disse:

    Lindas imagens da praia do Caetano de cima, com certeza uma das mais bela do praia do Brasil.

    1. caetanosdecima disse:

      :)
      Gratos, Evandro! ;)

  6. Paulo Amorim disse:

    Lindo poema…. bj

    1. caetanosdecima disse:

      ;)

  7. Estou esperando confirmação próximo final de semana.

  8. thaina disse:

    eai ,caitanos carnaval chegando e eu to indo pra ir bj bosco.

  9. GERLUZIA disse:

    EU SOU APAIXONADA POR ESSA PRAIA

    1. caetanosdecima disse:

      :)

  10. JOZYANNY disse:

    ”EU TO COM TANTA SAUDADE DE MORAR NOS CAETANO DE CIMA”

  11. josiane disse:

    gostaria de passar as minhas ferias mas uma vez nos caetanos de cima pq muito divertido
    ASS:josiane lima

  12. adoniran disse:

    adoro o modo de vida desta comunidade. adoniran

  13. Débora Menezes disse:

    Olá, gostaria de saber se na hospedagem de vocês, pousada ou chalé, se há vaga para este feriado, entrando dia 15 e saindo dia 17, 1 quarto para casal, poderia se informar para mim? fico grata e se poder deixar um numero de contato tambem da pousada…

  14. agnaldo rocha disse:

    porq voces ,nao divulga a outra parte dos caetanos;
    so o de cima?…..onde mora albana,eliezer manoel alexandre

    1. caetanosdecima disse:

      Desculpe, mas O nosso Caetanos é o de Cima, é a esse q devemos divulgação, nosso berço, nosso orgulho, não temos nada a ver com o outro, a intenção é mostrar onde vivemos!
      abraços!

  15. maria jose disse:

    ola moro em fortaleza fui uma vez em caetanos achei o lugar lindo, mim hospedei na casa de dona francisca que tem uma casa ao lado desoculpada. foi maravilhoso como fasso pl entra em contato com ela pois pedir seu numero.

  16. THATIANE disse:

    OLÁ A TODOS, ME CHAMO THATIANE E ESTOU FAZENDO UM ESTUDO SOBRE AS POTENCIALIDADES DO TURISMO COMUNITARIO E SUAS DIFICULDADES TAMBÉM. JÁ MANDEI UM EMAIL PARA VOCÊS MAS AINDA NÃO OBTIVE RESPOSTA. POIS BEM, EU FALEI COM A ROSINHA DA REDE TUCUM E ELA ME INDICOU A COMUNIDADE CAETANOS DE CIMA…GOSTARIA DE FAZER UM LEVANTAMENTO SOBRE OS ATRATIVOS DA COMUNIDADE, AS DIFICULDADES, CONVERSAR COM OS MORADORES SOBRE SUAS MEMÓRIAS…ENTÃO, GOSTARIA DE SABER SE POSSO AGENDAR UMA VISITA PARA O FERIADO DE TIRADENTES OU UM FIM DE SEMANA ANTES DISSO…QUANTO ME CUSTARÁ UMA ESTADA DE 4 DIAS AI? COMO EU FAÇO PARA CHEGAR SAINDO DE FORTALEZA, DE ÔNIBUS? TEM ALGUM TELEFONE OU EMAIL DE CONTATO? AGUARDO RESPOSTA O MAIS RÁPIDO POSSIVEL…OBRIGADA E PARABÉNS PELO TRABALHO!!!!

    1. caetanosdecima disse:

      Olá Tatiane!
      Em primeiro lugar gostaríamos de nos desculpamos pela falha na comunicação. Em segundo, dizer-lhe o quanto ficamos felizes por ter optado por fazer seu estudo aqui.
      Sim. Agente pode agendar, semproblemas,suavinda para o feriado de Tiradentes, ou o outro final de semana, se preferir.
      A estada de 4 dias – Neste caso você passará três noites. Para cada noite você paga de hospedagem 70,00 com direito a café da manhã. Portanto: 3×70,00=210,00
      Para cada refeição (almoço ou jantar) você paga 12,00. Acredito que nos quatro dias soma um total de 84,00.
      Como vais conversar com moradores da comunidade, e conhecer suas histórias e lugares específicos, irás precisar de um guia turístico. Sempre que isso ocorrer, você desembolsará 30,00.
      Se for fazer o passeio de carroça, será 30,00 ou no mar.
      A apresentação do grupo cultural – ciclo de cultura (dança do coco, drama, brincadeiras folclóricas, músicas da comunidade, cirandas, histórias de pescador e outras e adivinhações) este serviço custa 150,00.
      No site http://www.redetucum.org.br você encontrará adescrição completa e em detalhes, desde a saída de Fortaleza até a chegada a nossacomunidade, verifique, por favor. Em caso de dúvidas, entre em contato conosco pelos contatos:
      edienlav@yahoo.com.br
      88-96408938
      No caso de telefone se não atendermos na hora retornaremos a ligação – temos dificuldade com o sinal

      Obrigada! Temos o maoir prazer de compartilharmos nossa vivência com você.

      Valneide Sousa.

  17. Inara disse:

    Só pra mandar um grande bjo pra essa gente Linda de Caetanos de cima e que me deu um orgulho enorme de estar participando e construindo junto com vocês essa linda historia!!! Valneide, Neo e Ieda, e todos e todas que juntos, fortalecem a luta pela vida na zona costeira… bjão

    1. caetanosdecima disse:

      Menina

      Valeu seu comentário. Estas impressões positivas sobre nosso esconderijo tem sido muito bom! Não deixe de espalhar esta notícia por onde for. Não se esqueça: que o grolado com peixe assado lhe esperam. Junte um grupo de amigos e vamos reviver os bons momentos.
      Um grande abraço.

      Valneide Sousa

  18. Edvar Costa disse:

    Olá!
    Conheço Caetanos, é um lugar maravilhoso….
    Estou pretentendo ir novamente no início do ano que vem e gostaria de um telefone para contato, o do orelhão, se possível…
    Um abraço!

    1. caetanosdecima disse:

      Veeeeeeeeeeeeeeeeeeeenha!!!!!!!
      Estamos a sua espera.
      88-96408938
      edienlav@yahoo.com.br

      Valneide sousa

    2. caetanosdecima disse:

      olá Edvar, Realmente Caetanos é um lugar maravilhoso. Podemos lhe aconselhar a entrar em contato com a Rede Tucum que é nossa agência turistica através do site: http://www.tucum.org ou pelos telefones: (+55 85) 3226.2476/ 3226.4154 ou pelo email:info@tucum.org
      Confira suas possibilidades, e venha já pois ficaremos muito felizes em receber você novamente.
      Um abraço!!!

  19. sheila xavier disse:

    Olá, gostaria de deixar aqui, o quanto apreciei com a minha familia, a estadia que tivemos na pousada toca dos grauças. Não tenho palavras para agradecer a hospitalidade que os donos nos proporcionaram. O passei no carro de boi, é ótimo, as crianças adoram.Enfim pra quem quer descançar é o ligar ideal.
    Um abraço em todos….

    1. caetanosdecima disse:

      Que bom que você gostou! Ficamos muito felizes com sua satisfação. Nos diz que estamos atingindo nossos objetivos: compartilhar nossa história com vocês que nos visitam. Sinta-se a vontade para retornar quando quiser. Estamos a sua espera.

      Valneide Sousa

  20. Raimunda Oliveira disse:

    Ola,já conheço essa realidade de Caetanos de cima e adorei tudo que vi e vivi.Gostaria de manter contato e saber das noticias daí.Voces realmente estão fazendo um trabalho lindo e indispensavel.Parabens.

  21. graça rodrigues disse:

    olá, bom dia. gostaria de saber aonde me hospedar na praia de caetanos, alguma csa para alugar ou acomodações.
    graça

    1. caetanosdecima disse:

      olá!
      Bom pro seu caso poderíamos lhe indicar a Pousada Toca dos Grauçás e o Chalé Velejador dos Sonhos. Temos também as casas domiciliares depende do seu gosto!
      um abraço e continue enviando comentários!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s